1

sexta-feira, 29 de maio de 2015

PRESIDENTE DA CÂMARA DE GRANJA NEGA DIREITOS CONSTITUCIONAIS AOS VEREADORES DE TODOS OS PARTIDOS QUE COMPÕE A ATUAL LEGISLATURA.



O Presidente da Câmara de Granja nega direitos constitucionais aos Vereadores de todos os Partidos que Compõe a atual legislatura (PSD - PROS - SOLIDARIEDADE - SD).

 O Vereador Raimundo Félix apresentou requerimento para instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), cujo objetivo é investigar supostas fraudes em licitações, referente a reformas de escolas. Vale ressaltar que houve uma denúncia de um pedreiro (NONATO PEDREIRO) que empreitou a reforma da Escola José Glauberto, em Granja e segundo afirma o mesmo recebeu dinheiro em espécie das mãos do Prefeito ''ROMEU ARRUDA'', conforme informações do denunciante. Assim sendo, o Presidente da Câmara, Vereador Nicanor Frota Angelim, mais uma vez age de forma arbitrária, sem ouvir os colegas da mesa diretora da Câmara, sem observar a ''Constituição'', a ''Lei Orgânica'' e o ''Regimento Interno'' da casa, manda arquivar o requerimento de instalação da CPI.

Para instalação da CPI, basta as assinaturas de 1/3 (UM TERÇO) dos vereadores da casa. Tendo assinado o requerimento solicitando a instalação da CPI, os vereadores Raimundo Félix, Arnaldo Fontenele, Marcos Araújo, Milton Guilherme Veras e Francisco Ézio da Silva. Requerimento este que atente a todos os fundamentos legais para a criação e constituição de uma CPI, requisitos contidos no Art. 58, parágrafo 3º da Constituição Federal.


quinta-feira, 21 de maio de 2015

CANDIDATOS AO CONCURSO DE MARTINÓPOLE CRITICAM ERROS NA ELABORAÇÃO DE QUESTÕES DAS PROVAS DA CONSULPAM



Questões mal elaboradas e gabaritos de questões idênticas, mas com alternativas assinaladas diferentes, assim foi mais uma prova da Consulpam Consultoria Público- Privada.
Como se não bastasse os erros nas provas para professor do concurso do município de Serrita – PE, agora foi a vez de Martinópole, desta, até respostas de questões IDÊNTICAS das provas de nível fundamental divulgada pela Coordenação do Concurso estavam diferentes.
Para indignação de alguns candidatos a Consulpam divulgou em seu site as orientações para quem desejava impetrar recurso contra questões das Provas Objetivas, sendo que tais recursos só poderiam ser feito via Correios, como se não bastasse tinha que ser por AR ou SEDEX. O candidato que desejasse poderia entregar pessoalmente em Fortaleza, no endereço citado no Edital, nos dias 19 e 20 de maio de 2015.

- Quem iria sair de Martinópole para Fortaleza para entregar tal documento?
-Dos candidatos de baixa renda, isentos do pagamento da inscrição, quem tem a sua disposição R$20,00 para pagar o SEDEX?
- Os erros são da Coordenação do Concurso e quem pagar o PATO é os candidatos.  Acreditamos que existe outra maneira simples e acessível a todos.
 - Por que o município não exigiu a presença de alguém da Consulpam durante dois dias para tirar as dúvidas e receber os recursos necessários? Isto foi feito em outros municípios.

Sobre tais questionamentos temos que lembrar que a Consulpam ganhou a licitação, mas deve obedecer alguns critérios e princípios, pois o interesse público prevalece sobre o interesse individual, assim reza o princípio da SUPREMACIA DO INTERESSE PÚBLICO.

Com a palavra os citados.


terça-feira, 19 de maio de 2015

CONSULPAM DIVULGA PROVAS E GABARITOS DO CONCURSO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLE



A Consulpam Consultoria aplicou no último sábado e domingo, 16 e 17 de maio, as provas objetivas do concurso da Prefeitura de Martinópole-CE 2015. Os gabaritos preliminares foram divulgados pela organizadora do concurso hoje terça-feira.
O concurso tem como objetivo o preenchimento de 295 vagas e a formação de cadastro reserva no quadro geral do município em 2015. Os salários dos cargos variam entre R$ 724,00 e R$ 5.500,00, por jornada de 20, 30 ou 40 horas semanais de trabalho. Do total de vagas abertas, 5% serão reservadas aos candidatos portadores de deficiência.

As oportunidades estão nos cargos de Assistente Social, Bibliotecário, Dentista, Educador Físico, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Ocupacional, Psicólogo, Veterinário, Terapeuta Ocupacional, Professor de Português, Professor de Inglês, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Educação Física, Professor de Matemática, Professor de Ciências da Natureza, Professor de Educação Infantil, Professor de Séries Iniciais, Agente Administrativo, Agente de Saúde, Agente de Endemias, Auxiliar de Secretaria Escolar, Chefe de Almoxarifado, Digitador, Educadora Social, Monitor de Esportes, Monitor em Informática, Professor de Capoeira, Professor de Karatê, Professor de Violão e Guitarra, Protético, Recepcionista, Secretário Escolar, Técnico em Informática, Operador de Máquinas, Auxiliar de Serviços Gerais, Eletricista, Gari, Merendeira, Motorista "B", Motorista "D", Porteiro e Vigia.

As provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório foram compostas de 40 questões de múltipla escolha que foram divididas entre 20 questões sobre conhecimentos gerais e 20 questões sobre conhecimentos específicos. Os candidatos que atingirem 50% de acertos sobre as questões de conhecimentos gerais e 50% de acertos sobre as questões de conhecimentos específicos serão considerados aprovados na etapa das provas objetivas. veja o edital de abertura do concurso.

Os gabaritos preliminares foram divulgados pela organizadora do concurso hoje terça-feira. Os candidatos que desejarem interpor recursos contra os gabaritos preliminares terão o prazo de 02 dias úteis para fazê-lo. Os resultados do concurso serão postados na aba "Resultado Divulgado" conforme forem sendo divulgados pela banca organizadora do certame.

Mais informações AQUI

Com informações: Consulpam via Blog Acontece

 

terça-feira, 12 de maio de 2015

EM GRANJA, A IMAGEM DO DESCASO COM CISTERNAS ABANDONADAS


Foto-Lucianno Silva

Há quase três meses, grandes recipientes de plástico são elemento estranho na paisagem de Granja, na Região Norte do Estado. Aos milhares, as estruturas se acumulam pela cidade – sobre praças, terrenos baldios e até canteiros de obras. Pode soar estranho em meio aos quatro anos de seca no Ceará, mas trata-se de mais de 2,2 mil cisternas de polietileno, prontas para instalação desde fevereiro e até hoje “encostadas” pela Prefeitura.
 
Com a finalidade de captar água das chuvas para uso da população mais pobre, os equipamentos estão sem uso desde que chegaram ao Município. Com isso, já deixaram de acumular quase toda a quadra chuvosa de 2015 - período entre fevereiro e maio que concentra o maior índice de chuvas do ano.

Os equipamentos fazem parte de parceria entre a Prefeitura de Granja e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) para a construção de 3.500 cisternas no Município. A reportagem tentou entrar em contato com o Dnocs para saber o valor total investido no projeto, mas não obteve resposta.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, cada cisterna desse tipo custa - somando despesas de fabricação e instalação - R$ 5 mil, totalizando valor de R$ 17,5 milhões no caso de Granja.

Cadastramento

Segundo Francisco Gonzaga Souza, titular da Defesa Civil de Granja, pelo menos 2.223 cisternas estão no Município desde a terceira semana de fevereiro. Segundo ele, os equipamentos ainda não foram instalados pois estão em fase de cadastramento e georeferenciamento.
 
Francisco afirma, no entanto, que as primeiras unidades devem ser entregues a partir desta semana. Questionado sobre como será o abastecimento, diante do prognóstico negativo a partir de maio, ele diz que a captação ocorrerá por meio de carros-pipa.

A opção é contestada por especialistas, que classificam a água dos caminhões como “inadequada” e destinada apenas para emergências. “O ideal é que essa água, usada para beber e cozinhar, venha das chuvas. A água dos caminhões-pipa é de qualidade ruim, reservada para crises”, diz o presidente do Esplar e membro do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido (FCVSA), Marcus Oliveira.

Na página oficial do Ministério da Integração Nacional, também é destacado que esse tipo de cisterna é destinada a “captar águas pluviais”.

População

Em passagem por Granja, equipe do O POVO flagrou pelo menos seis pontos onde dezenas de cisternas estavam paradas. Entre os moradores, a situação chama a atenção. “Já está desse jeito faz tempo. Ninguém sabe quando vão tirar”, diz José de Oliveira, morador da sede de Granja.
 
Ele diz que tem enfrentado dificuldades com água - “como todo mundo” -, mas lamenta a situação sobretudo para distritos mais afastados. “É lá que a coisa deve estar bem difícil”, diz..
 
SAIBA MAIS

Segundo o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, Granja tem hoje Índice de Desenvolvimento de 0,559. É o segundo menor IDH do Estado do Ceará, na frente apenas do Município de Salitre.
 
Procurada pelo O POVO, a assessoria de imprensa da Controladoria Geral da União (CGU) em Brasília afirma que o órgão realiza inspeções para o uso adequado de recursos para programas de cisternas. Ela destaca, no entanto, que atuação da CGU nesses casos é mais “secundária”, sendo a fiscalização dever do órgão que firma a parceria. No caso das cisternas de Granja, o Dnocs.
 
A reportagem procurou o Dnocs para uma série de questionamentos. O órgão, no entanto, informou que apenas responderia as perguntas na próxima segunda-feira.
 
2,2 mil é o número de cisternas sem uso no Município de Granja
 
16 mil litros é a capacidade de armazenamento d’água de cada cisterna
 
R$ 5 mil é o custo de cada cisterna, envolvendo sua fabricação e instalação

Fonte: O POVO Via Blog Acontece
 
 

DEPUTADO SERGIO AGUIAR TENTA MINIMIZAR DENUNCIA DE FRAUDE EM LICITAÇÃO NO MUNICÍPIO DE GRANJA COMPARANDO ADMINISTRAÇÕES



Durante o segundo expediente da sessão plenária da última quarta-feira (06), o deputado Gony Arruda (PSD) denunciou uma fraude na reforma da Escola de Ensino Fundamental Dr. Glauberto Alves Sá, localizada no município de Granja. A reforma foi licitada no valor de R$ 140 mil reais e vencida pela empresa Benício Construções e Serviços LTDA, segundo o Portal da Transparência.
O parlamentar ressaltou que, nas redes sociais, está circulando um vídeo no qual um pedreiro, identificado como Nonato, diz ter feito a obra pelo valor de R$ 73 mil. Desse valor, o prefeito teria ficado com 20%. “Está tudo gravado. O prefeito ganhou em cima da obra e também ganhou em cima do pedreiro porque só pagou 53 mil reais no final das contas. Isso é roubo. É um absurdo e precisa ser investigado”, cobrou Gony Arruda.
Segundo o deputado, o caso precisa ser analisado com urgência pelo Ministério Público. “O prefeito de Granja já é um personagem conhecido do Estado por casos polêmicos. Agora, com vídeos comprovando a fraude, é preciso que uma investigação seja aberta e os culpados sejam afastados”, defendeu.
Em aparte, o deputado Capitão Wagner (PR) parabenizou o pronunciamento do parlamentar. “É uma história absurda que precisa ser investigada porque pode existir fraude em outras obras”, afirmou.
O deputado Carlomano Marques (PMDB) afirmou que o parlamentar exerce o papel de fiscalizador ao denunciar a fraude no município.
Já o deputado Elmano Freitas (PT) avaliou que o fato do prefeito estar com o dinheiro na mão já é um erro. “Prefeito não é para estar com dinheiro de obra em mãos. O caso deve ser investigado com urgência”, comentou.

O deputado Sérgio Aguiar (Pros) tentando minimizar a situação após denuncia de fraude no município de Granja apresentada pelo deputado Gony Arruda aproveito seu pronunciamento no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa do Ceará desta sexta-feira (08), para comparar a situação do município de Granja de antes com a atual, sob a administração do prefeito Romeu Aldigueri, que assumiu há dois anos e quatro meses. De acordo com o parlamentar, o atual prefeito recebeu a cidade “em péssimo estado, sem energia em escolas e hospitais".
"Os professores recebiam menos de R$ 50 por mês, escolas não tinham merenda, além de problemas nas estradas e ruas esburacadas”, completou.
Sérgio Aguiar acrescentou que, com dois anos e quatro meses de gestão, o prefeito Romeu Aldigueri foi condecorado como um dos 50 melhores do País. Nesse tempo, reformou e ampliou 70 escolas, com distribuição de merenda escolar adequada, feita com produtos da agricultura familiar da cidade. Os professores já receberam, em média, 30% de aumento salarial.
Ainda segundo o deputado, foram reformados 11 postos de saúde,  outros estão em construção, além de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e aquisição de três novas ambulâncias. “Fiz aqui esses comentários, tendo em vista que essa administração foi citada aqui com denúncias e inverdades por parlamentares”, frisou.
Sérgio Aguiar comemorou ainda a aprovação da mensagem 7.734/15, de autoria do Poder Executivo, que trata da promoção dos policiais militares do Ceará. O parlamentar lembrou que a iniciativa surgiu no Governo Cid Gomes, na busca de melhores condições para a categoria.
O deputado encerrou seu pronunciamento parabenizando as mulheres pelo Dia das Mães, que será celebrado domingo (10).

Do Blog: É notório que o município de Granja não é mais o mesmo de anos atrás, mas isso não justifica que o seu gestor abuse do poder e desrespeite os princípios legais da administração pública. Espera-se que o MP investigue as denuncias e que os culpados sejam punidos.
Não adianta vestir uma bela roupa se o corpo está doente, antes de uma beleza visual é necessário um corpo sadio.

O ruim desta história toda é que o povo continua sofrendo e o povo não tenta uma nova opção que não seja um novo “ARRUDA”.

Quanto ao senhor deputado Sérgio Aguiar, você tem mais é que defender o Prefeito Romeu, haja vista que o mesmo angariou votos para a sua reeleição, é compreensiva sua posição. Já o deputado Gonny Arruda tem que denunciar mesmo e que crie vergonha na cara e se arrependa do que deixou de fazer pelo bem do povo Granjense.