quarta-feira, 11 de abril de 2018

DEMOCRATAS DE ZEZINHO E ZENILSON SINALIZA APOIO A ROBÉRIO MONTEIRO EM CAMOCIM


Pré-candidato a deputado federal nas eleições deste ano, Robério Monteiro (PDT), caminha para ser um dos nomes mais bem votados em Camocim, na disputa a Câmara Federal. O pedetista está costurando apoio da maioria das legendas da Câmara de Vereadores de Camocim, como é o caso do PC do B, PSD e agora o Democratas do advogado Zenilson Coelho e do Vereador Zezinho da Rádio, com quem tem conversado a respeito.

A articulação com as lideranças partidárias de Camocim começaram cedo este ano, motivada pelo acirramento e a multiplicidade de nomes inseridos no cenário eleitoral do município.

Robério, que segue caminhada independente em Camocim, pretende construir uma convergência de partidos em apoio a seu nome em toda região. Seu concorrente direto é do mesmo, Leônidas Cristino (PDT). O mesmo terá o palanque do Governo local em busca da reeleição.

Com o fim da janela partidária finalizada no sábado (07), prazo final para a troca ou filiação de partidos políticos, o calendário eleitoral acelera e obriga os postulantes a correr contra o relógio.
Fonte: CPN/André Martins





CARAVANA "RUMO 12" CHEGA A REGIÃO NOROESTE DO CEARÁ


Nesta quinta-feira (12), o PDT do Ceará inicia a segunda etapa projeto “Rumo 12!” O partido vai rodar pelas estradas da região noroeste do estado, visitando os municípios cearenses para conversar com a população e fazer um debate aberto sobre alternativas para o Brasil avançar.

Comandada pelo presidente estadual do PDT, deputado André Figueiredo, e pelo ex-governador Cid Gomes, entre outras lideranças políticas e partidárias, esta segunda etapa se inicia com visitas a Varjota, Reriutaba, Guaraciaba e São Benedito, e se estende a outros municípios até o dia 14 de abril.

No segundo dia, as atividades seguem por Ibiapina, Ubajara, Tianguá, Viçosa do Ceará, Granja e Camocim. No sábado, último dia, a caravana segue por Jijoca, Marco e Acaraú.
Com informações Blog do Amaury Alencar





terça-feira, 10 de abril de 2018

COFRES MUNICIPAIS RECEBEM HOJE PRIMEIRO FPM DE ABRIL


Entra nos cofres municipais, nesta terça-feira, dia 10 de abril, os recursos do primeiro Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) estima que o valor partilhado  seja de R$ 2,9 bilhões entre as prefeituras, considerando o porcentual descontado que vai para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb). Sem essa retenção constitucional, em valores brutos, a CNM calcula repasse de pouco mais de R$ 3,6 bilhões.

Com base nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a Confederação indica crescimento de 8,81%, em relação ao repasse feito no mesmo período do ano passado, em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. Em 2017, o primeiro decêndio de abril somou pouco mais de R$ 3,3 bilhões. Ao contabilizar a inflação, na primeira transferência de abril, dos dois anos, a crescimento foi de 6,21%.

De janeiro até agora, o Fundo registou crescimento de 10,11%, em termos nominais, comparado ao mesmo período do ano anterior. Nos quatro primeiros meses de 2018, o FMP foi maior que 2017, e o crescimento menos expressivo foi o de janeiro, 6,05%. Ao considerar o comportamento da inflação na soma total, a Confederação aponta aumento de 7,17%.

Com perpectiva positiva para maio, a STN estima crescimento de 5,2% para o próximo mês. No entanto, mesmo com o cenário positivo, a Confederação aconselha cautela devido a sazonalidade do Fundo. “Historicamente, os recursos do FPM do primeiro semestre são superiores aos do segundo semestre, de forma a ser necessária a elaboração de um planejamento estratégico para não haver surpresas negativas no segundo semestre”, alerta levantamento divulgado pela entidade.
Com CNM


CÁRMEN LÚCIA ASSUME INTERINAMENTE A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA NA PRÓXIMA SEXTA


A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, assume, interinamente, na próxima sexta-feira, 13 de abril, a presidência da República. Isso porque o presidente Michel Temer viaja ao Peru para participar da Cúpula das Américas e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o do Senado, Eunício Oliveira, também deixaram o país no mesmo período.

Pela regra, seria natural que um dos dois assumissem interinamente o lugar de Temer, contudo, Maia e Eunício são candidatos e se tornariam inelegíveis no pleito deste ano caso assumissem o posto de Temer. Eunício fará uma viagem previamente marcada ao Japão e Maia visitará o Panamá para participar de um evento.

Não é a primeira vez que um presidente do Supremo assume interinamente a presidência da República.

Em setembro de 2014, Ricardo Lewandowski foi presidente por dois dias, quando a então presidente Dilma Rousseff e Michel Temer, então vice-presidente, estavam cumprindo agendas fora do país.

Com informações da Agência Brasil


PF CUMPRE MANDADOS POR ORDEM DE FACHIN E MIRA ALIADOS DE EUNÍCIO


Senador não é alvo de nenhum dos oito mandados de buscas autorizados por Fachin,
mas investigados são ligados ao presidente do Senado. Foto: Marcelo Camargo
A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 10, a Operação Tira-Teima, que investiga pagamentos de vantagens indevidas, por partes de um grupo empresarial a políticos, para obter benefícios em medidas de interesse do grupo econômico.

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin ordenou oito mandados de busca e apreensão em São Paulo, Goiânia e Fortaleza, cumpridos por 40 agentes da PF.

Os alvos são pessoas supostamente ligadas ao senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado. O senador é alvo de inquérito no Supremo, aberto em abril de 2017, que o investiga por supostos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Operação

A finalidade das medidas é buscar documentos e outros elementos de aprofundamento da investigação, considerando a notícia de doações de campanha abalizadas através de contratos fictícios. A operação é decorrente de delação do ex-diretor de Relações Institucionais da Hypermarcas, Nelson Mello. Em 2016, Mello afirmou em seu depoimento à Procuradoria-Geral da República que pagou R$ 30 milhões a dois lobistas com trânsito no Congresso para efetuar repasses de propinas milionárias para senadores do então PMDB, entre eles o ex-presidente do Congresso, Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM).

E ainda
A assessoria de imprensa do presidente do Senado, Eunício Oliveira, informou que, até o momento, nenhuma pessoa ou empresa ligada ao senador foi abordada pela Polícia Federal.
Com informações do Estadão



ALCKMIN E DORIA RENUNCIAM PARA DISPUTAR ELEIÇÕES 2018


Após doze anos, paulistas e paulistanos passaram nesta sexta-feira (6) pela troca de governador e prefeito no mesmo dia. A última vez que isso ocorreu foi em 2006, quando José Serra deixou a cidade com Gilberto Kassab (então no PFL e hoje no PSD) e Geraldo Alckmin foi sucedido por Cláudio Lembo (DEM). O primeiro conseguiu se eleger governador no primeiro turno das eleições daquele ano, mas Alckmin perdeu o pleito presidencial para o ex-presidente Lula.

Agora, o atual governador Alckmin repete a tentativa de chegar ao Palácio do Planalto, enquanto o prefeito paulistano, João Doria, visa o governo.

Na prefeitura, a troca de cargo ocorreu durante uma reunião de secretariado, às 15h. Doria assinou a carta de renúncia, a entrega para o presidente da Câmara Municipal, Milton Leite, e passa o bastão da cidade a Bruno Covas.

Em relação ao governo do Estado, Alckmin abdicou do cargo na Assembleia Legislativa. Após o presidente da Casa, Cauê Macris, dar a posse ao vice Márcio França, o já governador seguiu para o Palácio dos Bandeirantes para uma sessão solene.

Junto com Alckmin, cinco secretários deixam os postos para concorrer a cargos de deputados federais: Arnaldo Jardim (Agricultura), Samuel Moreira (Casa Civil), José Luiz Penna (Cultura), Floriano Pesaro (Desenvolvimento Social) e Fabrício Cobra Arbex (Turismo). Mais novo dos cinco, Arbex, filho da ex-deputada federal Zulaiê Cobra Ribeiro, tentará o primeiro mandato. Os demais serão candidatos à reeleição.

Na prefeitura, a única saída anunciada até então é do secretário das Prefeituras Regionais, Cláudio Carvalho.

Fonte: Blog do Tidi





sexta-feira, 6 de abril de 2018

VEREADORES COBRAM NA JUSTIÇA CORREÇÃO DO PISO SALARIAL DOS PROFESSORES DE MARTINÓPOLE

Vereadores: Betão e joão Sampaio (Foto: Blog Acontece/reprodução)

Os vereadores Edberto de Souza (Betão) e João Sampaio, através da advogada Larissa Linhares, protocolaram na tarde desta sexta-feira, 06, na Comarca de Martinópole, Ação Popular que cobra a correção do Piso Salarial dos professores da Educação Básica do município de Martinópole.

Os vereadores legítimos representantes do povo, procuraram a Justiça para garantir os direitos dos professores que é o piso salarial estabelecido pela Lei Federal 11.738/2008, que estabelece a atualização anual do Piso Nacional do Magistério, sempre a partir de janeiro. Os dois vereadores alegam que a classe de professores do município está sendo prejudicada desde janeiro de 2018, mês a partir do qual o prefeito Júnior Fontenele (PSD), passou a não cumprir a Lei do Piso e o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos Profissionais do Magistério Publico Municipal.

Ação com pedido de liminar além de cobrar a atualização do Piso já implementado por Lei Federal com reajuste de 6,81%, cobra os valores retroativos a janeiro de 2018. Veja Ação clicando (AQUI).